Suzano Papel e Celulose inicia operação de fábrica de papel tissue na Bahia

Iniciamos as operações de nossa primeira fábrica de papel tissue, também conhecido como papel sanitário, em Mucuri, no extremo sul da Bahia. A unidade ajudará a abastecer o crescente mercado de papéis sanitários das regiões Nordeste e Norte do País, além de representar um importante investimento para o território baiano.

Nossa Unidade Mucuri terá capacidade para produzir  60 mil toneladas de bobinas “jumbo rolls” de papel tissue por ano, dos quais 30 mil toneladas serão convertidas em produtos acabados. “A partir de 2018, a Suzano terá uma marca própria de papéis sanitários e linhas de produtos para atender aos diferentes públicos consumidores das regiões Norte e Nordeste. “O consumo per capita nas duas regiões ainda é inferior à média brasileira e acreditamos que a retomada da economia impulsionará ainda mais o consumo local dos papéis sanitários”, afirma Walter Schalka, nosso Presidente.

Além da fábrica baiana, também estamos investindo em uma segunda linha de papel tissue e linhas de conversão, em Imperatriz (MA), com a mesma capacidade de produção. O investimento total na construção destas duas unidades está estimado em R$ 540 milhões. A linha de produção da fábrica maranhense entrará em atividade durante o quarto trimestre deste ano e será a primeira fábrica de papéis sanitários do estado do Maranhão.

Todo o maquinário, assim como a contratação e gerenciamento do fornecimento de equipamentos auxiliares e serviços necessários para seu funcionamento, foram fornecidos pela Voith Paper, referência mundial em inovação para a indústria papeleira. “A Voith orgulha-se em fazer parte dessa importante expansão estratégica: é o primeiro projeto da empresa no segmento Tissue.” afirma Flávio Silva, presidente da Voith Paper América do Sul.