Pioneirismo no mercado de finanças verdes

Nossa empresa está entre as reconhecidas no Green Bond Pioneer Awards, prêmio concedido pela Climate Bonds – iniciativa que promove investimentos na economia de baixo carbono e cujo objetivo é certificar as organizações que se destacaram pelo pioneirismo no segmento de finanças verdes.

O Certificado de Reconhecimento concedido à nós é referente à categoria Operação Estruturada de Novo Participante, pela emissão de títulos verdes no mercado nacional realizada em novembro do ano passado. A operação envolveu Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) no montante de R$ 1 bilhão, emitidos pela Ecoagro, também reconhecida pelo Climate Bonds no Green Bond Pioneer Awards.

O recurso captado será destinado a projetos que tenham atributos positivos do ponto de vista ambiental, estimulando o desenvolvimento sustentável.

Guilherme Hirata, nosso gerente executivo de Finanças Corporativas, explica que este reconhecimento valoriza também o desenvolvimento do mercado de finanças verdes brasileiro e demonstra, mais uma vez, o compromisso da companhia com a Sustentabilidade. “Trata-se de um tema que permeia a organização como um todo e é um dos alicerces fundamentais para a perenidade dos nossos negócios”, afirma. “Esta operação representa mais um passo dado pelo mercado financeiro nacional em direção às melhores práticas já existentes no mercado internacional”, complementa Hirata.

Segundo Milton Menten, sócio executivo da Ecoagro,“Foi de extrema importância para Ecoagro participar da primeira emissão de um CRA Verde no Brasil. O nosso desafio é possibilitar ao agronegócio captar recursos em prazos e taxas adequados, visando mudanças que tenham um impacto positivo para se atingir uma economia de baixo carbono, compromisso este assumido pelo Brasil na COP 21 de Paris em 2015 e crítico para a sustentabilidade global”.

Antes de promover a emissão de títulos verdes no mercado nacional, nossa empresa já havia sido pioneira na América Latina na emissão de green bonds em dólares. A operação ocorreu em julho do ano passado e resultou na captação de US$ 500 milhões.