Menu EN | PT

RESPONSABILIDADE SOCIAL

Nossos relacionamentos são baseados na transparência e no diálogo aberto com todas as nossas partes interessadas, permitindo a construção de relações de qualidade e a geração de valor compartilhado.



DIAGNÓSTICOS SOCIAIS

Antes de iniciarmos nossas atividades em determinada região, realizamos diagnósticos locais para mapear das comunidades e compreender de atributos e particularidades culturais.

Todo esse trabalho embasa o nosso posicionamento estratégico-social, dando origem a uma série de ações principalmente nos campos da cultura, geração de renda e educação.

CONSELHOS COMUNITÁRIOS

Em 2015, demos início a criação de um novo processo de desenvolvimento territorial participativo, viabilizado por meio dos chamados Conselhos Comunitários.

Promovemos o envolvimento de atores públicos, lideranças locais e representantes da iniciativa privada, desdobrando uma série de oficinas práticas e discussões que visam a identificação das necessidades, potencialidades, oportunidades de parceria e formas de captação de recursos para viabilização dos projetos e programas. Assim são criadas ações diretamente relacionados à cultura local, sem exigir que as comunidades abram mão de suas tradições e costumes.

Esse processo potencializa uma significativa mudança de realidade, não pautada no assistencialismo e sim no desenvolvimento e capacitação das comunidades participantes para atuarem de forma independente.

VALORIZAÇÃO CULTURAL

Dedicado a preservação e a disseminação cultural
das populações tradicionais existentes em nossas regiões.

Projeto Coisa de Índio

Iniciativa, em parceria com a APIB – Articulação dos Povos Indígenas do
Brasil, que tem como objetivo fortalecer comunidades indígenas a partir
da formação de jovens multiplicadores na área de comunicação.

Clique aqui e saiba mais em nosso Blog!

GERAÇÃO DE RENDA

Os nossos projetos são definidos em conjunto com as comunidades,
respeitando as aptidões e particularidades de cada região.

Agricultura Comunitária

AGRICULTURA COMUNITÁRIA

O projeto busca o desenvolvimento da agricultura de subsistência e comercialização dos produtos excedentes para complementação de renda familiar. Trabalhamos em parceria por meio de capacitações e assistências técnicas, permitindo que os beneficiários possam cultivar seus produtos de interesse coletivo.

foto-12

Extrativismo Sustentável

EXTRATIVISMO SUSTENTÁVEL

O projeto objetiva fortalecer a produção e o beneficiamento de frutos nativos e outros produtos não madeireiros, como o coco babaçu e o açaí.  Nesse trabalho desenvolvemos parcerias com o Instituto Chico Mendes (ICMBio), associações e cooperativas, melhorando a capacidade produtiva por meio de capacitações e viabilização de infraestrutura.

foto-13

Apicultura

APICULTURA

O programa apicultura oferece a possibilidade de seus beneficiários se tornarem apicultores, viabilizando uma nova oportunidade para geração de renda complementar da comunidade local.

Esse projeto consiste em fornecer capacitação técnica, materiais e áreas para que os apicultores instalem seus apiários. Essa atividade tem crescido substancialmente nos últimos anos, pois a florada do eucalipto é considerada uma das melhores para a produção de mel e subprodutos.

mucuriprojetos0093

Piscicultura

PISCICULTURA

Com esse projeto, as famílias aprendem todas as etapas do manejo da tilápia, desde a criação dos alevinos até a comercialização da produção, promovendo a geração de renda complementar. O trabalho nos tanques é revezado entre as famílias que dedicam parte do seu tempo à piscicultura e parte às demais atividades agrícolas.

mucuriprojetos0173

EDUCAÇÃO

Na esfera educacional, nossas atividades buscam o fortalecimento do sistema de ensino,
potencializando o capital social e rompendo barreiras frente às novas oportunidades.

Educar e Formar

EDUCAR E FORMAR

Apoiados por parcerias estratégicas, contribuímos para impulsionar índices escolares e difundir a prática da leitura, por meio das duas diferentes frentes do programa Educar e Formar:

  • Pedagógica: conduzida em parceria com o Instituto Ayrton Senna e secretarias de educação locais, essa frente objetiva apoiar o aprendizado de crianças do ensino público fundamental por meio dos Programas Correção de Fluxo (São Mateus, no Espírito Santo) e SuperAção Jovem, no Estado de SP. Clique aqui e saiba mais.
  • Incentivo à leitura: conduzida em parceria com o Instituto Ecofuturo, essa frente consiste na implantação de bibliotecas comunitárias em escolas públicas municipais, abertas à comunidade do entorno, com o objetivo de democratizar o acesso aos livros e promover a leitura.
Gestores em Rede

GESTORES EM REDE

Em mais uma parceria com o Instituto Ayrton Senna, o programa permite a troca de experiências, boas práticas e resultados entre um grupo de municípios que apresenta um desempenho de alta qualidade no sistema educacional brasileiro. São 11 cidades de diversas regiões do país que, pelas boas práticas em educação, foram reconhecidas pelo Instituto Ayrton Senna e passaram a formar o grupo Gestores em Rede.

Esses municípios conseguiram reduzir suas taxas de repetência e evasão escolar para quase zero, além de elevar as médias em língua portuguesa e matemática, já alcançando grande parte das metas do governo federal para a educação. Clique aqui e saiba mais.

Projeto Golfinho

PROJETO GOLFINHO

Apoiada e mantida pela Suzano desde a sua criação, a Associação Golfinho atende crianças e suas famílias em aulas de reforço escolar, informática, música, esportes e confecção de artesanatos.
O projeto busca resgatar a cultura regional, estimulando a utilização de materiais recicláveis e possibilitando uma geração de renda complementar para as famílias envolvidas, que comercializam sua arte na loja Golfinho em Ação. Em 2016, a Associação comemorou 20 anos de história.

Data: 19/04/2016 Local: Mucuri - BA Cliente: Suzano Ref1: Responsabilidade Social Ref2: Mucuri - BA Job: Mucuri - BA - 19/04/16 Assunto: Projeto Golfinho - Unidade da Suzano em Mucuri - BA. Fotógrafo: Sérgio Zacchi

RELATÓRIO DE SUSTENTABILIDADE

Relatório de Sustentabilidade 2015

Relatório de Sustentabilidade 2015 segue, pelo segundo ano consecutivo, a metodologia do Comitê Internacional de Relatos Integrados (IIRC) para apresentar as ações, conquistas, dificuldades, os avanços e desafios anuais da Suzano. Com esse formato, o relatório é dividido em seis capitais: financeiro, manufaturado, natural, humano, social e intelectual. A edição abrange indicadores sobre os aspectos econômico, ambiental e social, que estão expostos segundo a versão G4, opção “de acordo” Essencial do modelo da Global Reporting Initiative (GRI).

 

Relatório de Sustentabilidade 2014

Relatório de Sustentabilidade 2012

Relatório de Sustentabilidade 2011

Relatório de Sustentabilidade 2010

Relatório de Sustentabilidade 2009

Relatório de Sustentabilidade 2008

Relatório de Sustentabilidade 2007

Relatório de Sustentabilidade 2006

Relatório de Sustentabilidade 2005

Relatório de Sustentabilidade 2004