Suzano/Bacci: Todos os recursos necessários para combinação com a Fibria já estão assegurados

Por Broadcast

A Suzano Papel e Celulose já tem todos os recursos necessários para a combinação de ativos com a Fibria, aprovada ontem pelas autoridades da Comissão Europeia, segundo o diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores da companhia, Marcelo Bacci. “Todos os recursos necessários para o trading já estão assegurados no caixa das duas companhias e todas as condições necessárias para a conclusão do negócio foram atendidas”.
Entre as condições precedentes atendidas para a aprovação da operação, a Fibria antecipou o fim do contrato de aquisição de celulose que mantinha com a Klabin de 2021 para 2019, com uma transição gradual prevista para os próximos cinco meses.

Em 10 de dezembro, os ADRs da Suzano passam a ser negociados em Nova York (Nyse). Na sequência, as ações da Fibria deixam de ser negociadas na B3 e a NYSE em 3 de janeiro e no dia seguinte os acionistas da Fibria passam a negociar ‘SUZB3’, tendo como relação de troca 0,4611 por ação da Suzano. O pagamento integral da parcela caixa envolvida na operação será feito em 14 de janeiro.