Home / Grupo Boticário e Suzano inovam no uso de matéria-prima renovável em cosméticos para peles negras

06/10/2021

Grupo Boticário e Suzano inovam no uso de matéria-prima renovável em cosméticos para peles negras

Produto extraído da árvore, a lignina pode atuar como agente antioxidante, incrementando a tecnologia aplicada no desenvolvimento de produtos 

Outubro de 2021 - O Grupo Boticário e a Suzano, referências no Brasil por suas práticas sustentáveis e pelo uso de matérias-primas renováveis, se uniram em uma parceria inédita. Conectando equipes de pesquisa e desenvolvimento, as empresas estão em fase de desenvolvimento de uma nova aplicação para a lignina, que poderá ser usada na criação de cosméticos, especialmente para peles negras.  

Com a expertise da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, e do Grupo Boticário, um dos maiores conglomerados de beleza do mundo, o projeto inédito busca democratizar a aplicação de produtos de beleza. Pesquisadores envolvidos na parceria identificaram um efeito antioxidante do ingrediente, que também poderá ser usado como potencializador de FPS em protetores solares e redutor de acinzentamento de bases para peles negras. Quando entram em contato com o oxigênio do ar, os produtos sofrem alterações e a lignina impede que as bases mudem de cor neste processo. 

“No Grupo Boticário, nosso compromisso com a sustentabilidade e a diversidade está em toda a cadeia de produção. Por isso, o desenvolvimento de produtos sustentáveis e inclusivos é uma de nossas prioridades. Estamos focados em oferecer opções seguras, de alta qualidade e inovadoras para nossos clientes, e essa parceria com a Suzano é uma grande oportunidade para avançarmos na direção desse objetivo”, afirma Clarice Sasson, Gerente de P&D do Grupo Boticário. 

O projeto está em fase de desenvolvimento de pesquisa, e os resultados devem ser utilizados para o desenvolvimento de novas linhas de cosméticos do Grupo Boticário a partir de 2022. A lignina é produzida em Limeira (SP), onde a Suzano opera a primeira fábrica de lignina a partir de eucaliptos certificados do mundo. 

“Acreditamos muito na força das parcerias para o desenvolvimento de novas cadeias de valor a partir das nossas matérias-primas de origem renovável. Esse projeto com o Grupo Boticário vai ao encontro do conceito de inovabilidade da Suzano, que é a inovação a serviço da sustentabilidade. Essa iniciativa reafirma nosso propósito de renovar a vida a partir da árvore por meio do desenvolvimento de produtos mais sustentáveis e inovadores para esta e as próximas gerações”, afirma Heloisa Ramires, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento em Biorrefinaria da Suzano. 

A lignina é um dos produtos de origem renovável da indústria de árvores plantadas, assim como a celulose e o papel. Trata-se de um compostoorgânico complexo que, juntamente com a celulose, constitui a maior parte da madeira das árvoresEla pode ser usada para uma série de aplicações, além de já ser utilizada para a geração de energia limpa nas unidades de produção da Suzano. 

Confira também:

2021-10-27 16:26:25